jusbrasil.com.br
15 de Agosto de 2022

Série “YOU” exemplo de Stalking

A série americana “YOU” (você) disponibilizada pela Netflix, é um exemplo de um assunto de extrema relevância nos dias atuais: Stalking.

Priscylla Souza, Bacharel em Direito
Publicado por Priscylla Souza
há 3 anos

Muito embora a criminalização do Stalking surgiu nos Estados Unidos, no Estado da Califórnia em 1990 e se espalhou rapidamente pelo mundo. Atualmente houve se falar muito a respeito sobre o tema em questão.

Recentemente a Netflix lançou uma série que na minha humilde e singela opinião, a série é absurdamente inacreditável.

A série “YOU” (VOCÊ), é baseada no livro da autora Carolina Kepnes (2014), que conta a vida de uma aspirante a escritora chamada Guinevere Beck, que encontra em seu caminho um jovem aparentemente romântico Joe Goldberg, um stalker que usa as redes sociais para descobrir tudo absolutamente tudo sobre a vida da ‘Beck”, até conseguir o grande objetivo que é fazê-la se apaixonar por ele. Paixão esta, que torna se uma grande obsessão em que é capaz de fazer tudo para conseguir atingir os seus objetivos. “Beck” por outro lado, acha que encontrou seu porto seguro, até a sua vida valer um alto preço.

Por mais que a série seja uma ficção, diga se de passagem muito bem escrita e dirigida; é a própria realidade em forma de trama. Ao acompanhar a série é possível saber como funciona a cabeça de um stalker no sentido de psicopata. É válido informar que a série torna um alerta como a vida pessoal pode ser invadida de uma maneira tão intrínseca no contexto realidade, que nem ao menos é possível perceber tal fato.

A série retrata de maneira bem clara como é possível descobrir grande parte do passado e detalhes pessoais de uma pessoa, apenas com uma breve análise de suas fotos e publicações em redes sociais. É válido lembrar que na série o protagonista Joe Goldberg não é um hacker e mesmo assim consegue desvendar toda a vida de seu “alvo”, mediante uma profunda análise dos perfis nas redes sociais.

Com a facilidade hoje em dia com câmeras nos smartphones, em momentos com familiares e amigos, é fácil registrar momentos de descontrações, momentos festivos, momentos pessoais, momentos estes que podem se tornar um caminho perfeito para o stalker .

É cabível salientar e enfatizar que a tecnologia é sem dúvida uma facilidade em todos os aspectos hoje em dia, mas é sabido que a exposição virtual é gigantesca, uma vez que muitas informações já são utilizadas por criminosos, que as usam para golpes advindos pela internet, além de servir como justificativa para demissões e até para acusações criminais. Apesar desses motivos mencionados fala se de maneira corriqueira a respeito de perseguição no meio virtual.

Stalking é instigar medo, ocasionar incertezas, destruir vidas acarretando grave violência e levando até a morte. Em alguns casos são iniciados com meras atitudes aparentemente inocentes, que por trás há sem dúvida um possível stalker esperando as pequenas brechas de vazios e carências para agir de forma ríspida e estritamente maliciosa.

Por fim, reitera se que deve evitar explicitar a vida pessoal, como postagem de fotos pessoais como lugares mais frequentados: restaurantes, viagens, lazer, fotos sempre como as mesmas pessoais, enfim, a cautela é sempre a melhor opção.

Não deixe a sua vida pessoal se tornar pública. Há uma grande diferença em querer registrar momentos felizes e marcantes e em querer expor de maneira pública a rotina de sua vida.

______________________________________________________

Espero que eu tenha colaborado!

Quer contribuir com alguma opinião ou sugestão?

Deixe aqui nos comentários!

Obrigada pela leitura e até a próxima!

Fique à vontade para me seguir nas redes sociais:

Informações relacionadas

Sérgio Luiz Barroso, Advogado
Artigoshá 4 anos

Nudes: vazar foto íntima sem autorização é crime? Saiba como proceder

⚖ Estevão Ferreira, Bacharel em Direito
Artigosano passado

Stalking/Perseguição: prática agora é punível como crime pelo Código Penal

Stalking - Perseguição obsessiva

Canal Ciências Criminais, Estudante de Direito
Artigoshá 4 anos

Série 'You' serve de alerta para os riscos na exposição virtual

Luiz Fernando Valladão Nogueira, Advogado
Notíciashá 6 anos

Pai é quem cria? Saiba o que diz a legislação sobre paternidade socioafetiva

3 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Muito bom texto, parabéns pela abordagem - super relevante nos dias atuais!
Boa semana para ti; sucessso continuar lendo

Dra. Elane Souza, boa noite.

Li seus artigos e sem dúvida são de excelência.
Fico muito grata pelo comentário positivo.

Ótima semana! continuar lendo

Boa tarde! gostaria de saber se você saberia me dizer quais são todas as obras literárias que o Joe cita durante as três temporadas? rss
Att. Gessica Bueno. continuar lendo